Loira recorre à Justiça para assumir a prefeitura de Paulínia

Da Redação
07/01/2019 19:01:04
Loira recorre à Justiça para assumir a prefeitura de Paulínia

A decisão sobre o impasse envolvendo o Executivo Municipal será do juiz Cassiolato

Na sexta-feira (4) o parlamentar foi empossado pelo Legislativo como prefeito interino do município, mas ainda não conseguiu exercer o cargo

O impasse em torno do cargo de prefeito interino de Paulínia deve ser resolvido pelo juiz Bruno Luiz Cassiolato, da 1ª Vara Cível do município. No final da tarde desta segunda-feira (7) o vereador e presidente da Câmara de Vereadores, Antonio Miguel Ferrari, o Loira (DC), ingressou ação no judiciário para assumir o cargo, no lugar de Du Cazellato (PSDB). 

Na sexta-feira (4), Loira (DC) foi empossado pelo Legislativo como o novo prefeito interino do município, mas ainda não conseguiu exercer o cargo. Cazellato (PSDB),  chefe interino do Poder Executivo Municipal, desde 7 de novembro passado, entende que deve permanecer no mandato provisório, até a realização de novas eleições, ou eventual retorno do prefeito afastado Dixon Carvalho (Progressistas). 

O instrumento jurídico utilizado pela defesa de Loira (DC) chama-se “imissão na posse”, ato judicial que confere ao interessado a posse de determinado bem a que faz jus e da qual está privado. A imissão já está para decisão do magistrado Cassiolato


Comentar